Técnicos da UFABC decidem pelo fim da greve

Por: Rosângela Dias (rosangela@abcdmaior.com.br)

Em assembleia, maioria votou pelo retorno ao trabalho. 
                     Foto: Andris Bovo

Depois de 81 dias de greve, os técnicos administrativos da UFABC (Universidade Federal do ABC) decidiram retornar às atividades na próxima segunda-feira (03/09). A decisão foi aprovada por ampla maioria em assembleia realizada durante toda a tarde desta quinta-feira (30/08). Dos 110 presentes, apenas quatro foram contra o fim das paralisações e dez se abstiveram.

A maioria dos técnicos administrativos de universidades federais em todo o País voltou ao trabalho no começo desta semana, depois de aceitar o reajuste proposto pelo governo de 15,8% dividido em três anos. No entanto, instituições que possuíam reivindicações de âmbito local, como era o caso da UFABC, continuaram a greve.

No começo de agosto, a categoria entregou à reitoria uma pauta contendo 29 itens. Na última quarta-feira (29/08), integrantes do Sinsifes (Sindicato dos Servidores das Instituições Federais de Ensino Superior) do ABCD se reuniram com membros da direção para discutir as demandas. A pauta inicial foi reduzida para nove itens considerados prioritários pela categoria.

Jornada – Entre os pontos acordados, está a criação de um Grupo de Trabalho para discussão da implementação das 30 horas de jornada. Há a possiblidade de concessão da jornada reduzida aos setores que atendem os requisitos legais e técnicos e que não gerem impacto na qualidade dos serviços prestados. A implementação precisa passar por análise da reitoria e, em caso de aprovação, a redução seria implementada por prazo experimental de um ano com posterior avaliação da qualidade do serviço no período.

Para o coordenador do Sinsifes, Alexsandro Carvalho, o acordo não foi plenamente satisfatório, mas avançou em pontos estratégicos. O servidor destacou que as reuniões para discutir as demandas acontecerão semanalmente e que a aprovação da proposta da reitoria não significa o fim do movimento.

“A categoria vai ficar atenta ao acordo da reitoria e, em caso de não cumprimento, estamos dispostos a retomar a greve. Pela primeira vez a reitoria entendeu que os técnicos administrativos são atores da unidade e têm que ser consultados sobre os atos que afetem a categoria”. Uma nova assembleia será realizada em 35 dias para avaliar o andamento das conversas com a direção.

Limite – O coordenador geral da Fasubra (Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores das Universidades Públicas Brasileiras), Gibran Jordão, acompanhou as reunião na UFABC e destacou o resultado das negociações locais. “Avaliamos que o movimento chegou no limite das forças e seu último fôlego foi no intuito de conseguir essa conquista. Nós avançamos porque o reitor não se mostrava disposto a fazer acordo e agora já começou a ceder. Isso já é uma vitória importante.”

Outro ponto que consta do termo de acordo é a realização de uma consulta à comunidade universitária sobre a forma de eleição para os dirigentes eletivos, como o reitor. Os técnicos administrativos pedem que o pleito aconteça de forma paritária.

Professores – Nesta sexta-feira (31/08), os professores da UFABC realizam assembleia para decidir quais os próximos passos da greve.

Fonte: http://www.abcdmaior.com.br/noticia_exibir.php?noticia=43985

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s