Debate sobre a Mercantilização da Educação

Ontem foi realizado pelos 3 Comandos de Greve da UFABC um debate sobre a Mercantilização da Educação, onde foi discutido projetos nacionais como o REUNI, o PNE e as ações governamentais que, ao longo dos anos, foi sucateando a educação pública no Brasil e, ao mesmo tempo, injetou-se verba pública nas instituições privadas, como os projetos do PROUNI e do FIES.


Participaram da mesa de Discussão o Prof. José Jorge Maggio do SINPRO-ABC, o Prof. Claudio da APEOESP-Santo André, o Prof. Sidney Jard, Cientista Político da UFABC e representantes das entidades estudantis, Catarina da ANEL e Arthur da UNE.

 

Com base nessas discussões, os membros da mesa dissertaram sobre as condições históricas que levaram a essa situação dramática da Ecudação brasileira e sobre os responsáveis pela sucateação: o Estado e o Empresariado brasileiro.
Nesse sentido, foi levantada a questão do levante popular e da ampliação do acesso à Universidade, sendo que, esta última, como colocado pelo prof. Sidney, é erroneamente indicada como a grande responsável pela queda da qualidade da Educação superior. Ou seja, a elite brasileira, antes detentora da esmagadora maioria das vagas das universidades públicas, culpam os negros, índios e pobres (que cada vez mais compõem o quadro discente das universidades) pela falta de infraestrutura que hoje se vê no cenário nacional.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s